Pesquisar este blog

Ajuda a gente??? =)

Textos sobre Caligrafia



Nos dois sucintos textos que se seguem, apresentam-se temas próprios da caligrafia chinesa: um, sobre as possíveis origens da escrita e da pintura e o outro, sobre como a arte de caligrafar envolve, esteticamente, uma superação da percepção artística do indivíduo. A Caligrafia chinesa não é somente um exercício de artes plásticas, mas chega a ser entendida como uma grafologia de alto nível.

No mais, este textos são para a simples apreciação do leitor.

................

A pintura completa a cultura, ajuda nas relações humanas e explora os mistérios do universo. Seu valor é igual ao estudo dos seis clássicos e, assim como a rotação das estações, provém da natureza, e não é algo dado somente pela tradição. Quando os antigos soberanos receberam o mandato do céu, inscrições em cascos de tartaruga e pinturas nos ossos de dragão apareceram. Tais coisas têm ocorrido desde Yuxiao e Suiren.

Estes eventos foram gravados em jade e em álbuns de ouro. Fuxi descobriu os hexagramas no rio Yung, e este foi o começo dos livros e da pintura. huangdi descobriu as palavras nos rios wen e lo, e qinshi huangdi reformou os ideogramas.Wen chang criou as normas e por isso é o senhor da literatura; cang jie foi quem olhou além os fenômenos celestes, e copiou as pegadas dos passarinhos e as marcas dos cascos de tartaruga, fixando as formas e a escrita dos caracteres. (...) durante este período, a escrita não era substancialmente diferente das coisas que representava, mas suas formas ainda eram muito cruas. A escrita desenvolveu-se, então para expressar idéias, e a pintura nasceu do desejo de representar formas. Esta era a intenção e o propósito dos sábios.

No desenvolvimento da escrita, existem seis estilos básicos , conhecidos como: escrita arcaica, estilo raro, escrita dos selos, escrita ornamental, escrita sigilar e a escrita dos pássaros - esta ultima utilizada em grandes faixas de pano. Esta é a ultima das categorias de escrita.

yen guanglu (384-456) disse: o propósito dos desenhos são três: capturar o principio (li), como nos hexagramas; representar idéias, como na escrita; e desenhar as formas, representando-as.

chang yen yuan (847)

............

Entre os que falam de caligrafia, é muito comum a opinião de que não existem necessariamente regras fixas na arte de escrever e que cada qual pode escrever a sua maneira. Esta opinião só é correta em certa medida. Xishi e Maoqiang foram ambas mulheres de rosto distinto e beleza deslumbrante, mas suas mãos não deixaram de ser mãos, nem seus pés deixaram de ser pés, e isso não pode ser mudado. O que é valido para beleza feminina é válido também para a caligrafia. Por mais distinta que possa ser a forma escrita de um caractere e por mais que varie o estilo de seus traços, o traço oblíquo de direita acima e esquerda abaixo nunca deixa de ser assim, como tão pouco se transforma em outra coisa como o traço duplo. As mil e uma variações não podem mudar o que é fundamental. Se o traço oblíquo de direita acima esquerda abaixo ficasse tão deformado que o deixasse de sê-lo, do mesmo modo que isso ocorresse com o traço duplo, isso seria como se os pés e mãos de Xishi e Mao Qiang tivessem deixado de ser pés e mãos para serem outra coisa, e neste caso, ainda que se mantivesse a identidade de ambas, elas não seriam um exemplo de beleza feminina. Agora bem, ainda que depois de ter aprendido com um mestre de caligrafia e entrado no conhecimento de todas as regras e pautas da arte de escrever, sua caligrafia será meramente imitação e não algo próprio. Porém, a imitação é somente a fase inicial. Superada a dita fase, você entrará num mundo de maravilhas, e em sua caligrafia não se notarão traços de imitação, com a qual você alcançará o divino!

(Shenkuo, 1031-1095)

Nenhum comentário:

Postar um comentário